» ‘Eu fico bonito quando estou fazendo novela’, diz Emílio Orciollo Netto

‘Eu fico bonito quando estou fazendo novela’, diz Emílio Orciollo Netto

‘Eu fico bonito quando estou fazendo novela’, diz Emílio Orciollo Netto

Vivendo o conquistador Neca, em ‘Araguaia’, ator conta que assédio nas ruas aumentou com o papel.

Em “Araguaia”, Emílio Orciollo Netto vive um Don Juan tupiniquim, que chegou a namorar três mulheres ao mesmo tempo. No cinema, ele se prepara para interpretar no filme “E aí, comeu?” um solteirão convicto, que só se envolve com muheres casadas. Mas na vida real, o ator, que não namora há 2 anos, confessa que está louco para encontrar um novo amor.

“Tenho umas amigas, mas infelizmente ainda não achei a pessoa certa. Adoraria me apaixonar. A verdadeira felicidade vem quando você consegue compartilhar com alguém” diz ator, que apesar do visual antiquado do personagem com mullet e bigode, viu o assédio nas ruas disparar desde que apareceu na televisão como o conquistador Neca.

“Eu fico bonito quando estou fazendo novela. As mulheres me preguntam: ´Você já tem três, será que tem espaço para mais uma?´ O personagem brinca com o imaginário feminino. Ele é um galã diferente, uma mistura de Zezé de Camargo com Bono Vox”, brinca.

Para entrar no universo do circo, Emílio fez dois meses de aulas na Escola Nacional. Como parte do laboratório, participou, anonimamente, de duas apresentações do Circo Las Vegas como um palhaço. Mas para ele, o mais difícil de toda essa preparação foi superar o medo de altura.

“Só de subir na escada que leva ao trapézio já me dá medo. Na hora de gravar não posso pensar, senão não faço”, disse relembrando uma cena gravada na véspera em que Neca volta a atuar. “Fechei os olhos, como no filme “Touro Indomável”, em que Robert De Niro se concentra para entrar no ringue, e disse para mim mesmo: ‘Go Champion’.”, contou pouco depois de recusar um pedido do fotógrafo para subir na mureta da Vista Chinesa .

Paulistano, Emílio se mudou para o Rio há 14 anos quando estreou na televisão no papel do italiano Giuseppe Berdinazzi, em “O Rei do Gado”, que voltou a ser exibida recentemente no canal Viva. Perfeitamente adaptado à rotina da cidade, ele gosta de aproveitar o tempo livre para correr no calçadão e ir à praia.

“Esse contato com a natureza no Rio é muito importante para mim. Alimenta a minha alma e me dá energia. A cidade tem uma ligação com o bem-estar e a saúde que eu gosto”, elogia Emílio que se define como um “paulista que mora no Rio com alma mineira”.

Nem o assédio constante dos paparazzi, mais comum no Rio que em São Paulo, incomoda o ator: “Não tenho nada a esconder”.

Fonte: EGO

Topo